Archive janeiro 2015

Os cafés de cada dia ….

business-men-drinking-coffeeRecebi a indicação deste artigo de um grande profissional que conheço… De propriedade do CEO  da Imperative (plataforma tecnológica de multi culturas ) – Aaron Hurst – ele trata dos pilares básicos de construção de relacionamentos e sentimentos .

A satisfação no trabalho é baseada em torno de três fatores principais: os relacionamentos que você forma, o sentimento de realização frente ao impacto das atitudes e o crescimento generalizado .

Independentemente que seja o Primeiro dia , o dia 91, ou que complete 10 anos em uma organização : relacionamentos, impacto e crescimento são as chaves para o sucesso em qualquer posição, em qualquer nível. Desenvolvendo ativamente esses três fatores certamente a satisfação com o bem estar pessoal e profissional será atingido.

Aqui estão algumas idéias de como começar relacionamentos maximizando impacto e crescimento pessoal nos #primeiros90dias de seu trabalho.

Construa relacionamentos

Sua empresa contratou você porque apresentou uma boa qualificação para tal. Eles provavelmente também escolheram você porque o enxergam apto a posição .

Quanto maior sua pró-atividade na construção de relacionamentos no trabalho (de forma iminente e imediata), melhor será para você –  pessoalmente e profissionalmente.

Assim :

  1. Tome bastante café : Faça deste hábito – tomar café com uma pessoa por dia  – todos os dias do seu primeiro mês. Se possível faça a “gentileza” de pagar e exerça o tempo para entender o que seus colegas amam sobre o trabalho e a organização do qual estão inseridos .
  2. Características individuais :  Você provavelmente vai encontrar muitas (novas) pessoas no seu primeiro mês. Quando conhecê-las, anote seu nome e algumas características perceptíveis que se destacam. Isso irá ajudá-lo a construir relacionamentos rapidamente.
  3. Encontre pilares : Faça uma lista das pessoas na organização que você tenha encontrado empatia e que possam te agregar no sentido profissional e pessoal. Pessoas das quais a  energia própria tenha sinergia com sua personalidade.
  4. Comemore! :  Encontre uma maneira de celebrar publicamente os trabalhos e feitos de sua equipe. Não precisa ser no sentido literal da palavra, como fogos de artifício (rs). Pequenos detalhes e gestos, como um comentário em uma reunião ou um e-mail para o time, são cabíveis para tal.

Maximize o Impacto

Todos tem a oportunidade de causar impacto positivo na organização dia-a-dia . Você só precisa saber o “caminho das pedras”

  1. Saiba o porquê : Como você está iniciando em uma nova cultura, o foco deve ser em aprender não apenas o “como”, mas também o “porquê” de cada tarefa ou de cada projeto , além do tempo necessário para compreender o impacto da entrega na equipe e seus clientes. Não comece algo até que você tenha claro o “porquê” de sua necessidade.
  2. Esteja presente : Pergunte a si mesmo “O que posso fazer para minha empresa hoje?” E “O que os meus colegas / gestores / clientes precisam de mim hoje?” No início se faz necessário  oferecer novos insights à frente de uma tarefa ou simplesmente ser solidário com o seu colega de trabalho , pequenos gestos podem causar grandes impactos.
  3. Se doe : Encontre alguém que você possa orientar. Procure entender detalhes pessoais. Saiba mais sobre seus sonhos e aspirações. Mentores não tem que ser executivos ou gerentes, e sim entendedores do ser humano.

Cresça , Cresça , Cresça !

Cada novo trabalho tem uma curva de aprendizado. Alguns dias você pode se sentir sobrecarregado com novas informações, enquanto outros dias você pode sentir que é um profundo conhecedor e mestre de suas atividades. A busca  ativa e constante de  oportunidades de crescimento pessoal vai ajudar a mantê-lo e sentir-se envolvido , além de energizado. Não tenha dúvidas que isso é e será percebido por todos que o rodeiam.

  1. Procure aconselhamento e novos conhecimentos : Das pessoas que relacionar e estabelecer empatia mútua, busque conselhos e acompanhe o processo de “agir” imediatamente. Mostre que você é alguém que vale a pena investir e que as informações e conselhos recebidos são realmente foco de ação.
  2. Crie um contexto visual : Desenvolva em seu espaço de trabalho um visual marcante e que possa despertar nas pessoas curiosidade ou até lembrança. Algo que possa te tornar referência no ambiente de trabalho.
  3. Termine o dia com o pé direito : Exercite o ato de , ao findar de cada dia, partilhar com alguém fora do trabalho suas experiências(por exemplo, cônjuge, irmãos,amigos, etc.). O que te inspirou? O que você desafiou? O que fez você sorrir? O início dessas conversas com este propósito, pode ajudar seus colegas refletirem  sobre o seu próprio crescimento pessoal também.
  4. Lute veementemente contra o piloto automático : Talvez o mais importante ! Exercite a prática de sair do convencional. “Respire”ar puro (de preferência do lado de fora do escritório), pelo menos uma vez por dia , faça coisas inusitadas que possam te auxiliar no processo criativo, critique o modelo mental pré-existente.

E Lembre-se: nunca é cedo demais nem tarde demais para buscar o significado e o engajamento que você precisa. Como diz o clichê, hoje é o primeiro dia do resto de sua carreira. Faça mais a cada dia, faça diferente a cada dia !

Sucesso sempre !

JC

Entre a razão , a emoção e o coração !

imagesQuem se relaciona comigo, seja no ambiente profissional ou no pessoal escuta muito algo que levo para a vida após alguns (vários) acontecimentos impactantes  : “aprendemos pelo AMOR ou pela DOR”. Obviamente na primeira hipótese o aprendizado é prazeroso, porém muito difícil de ser assertivo; consequentemente a segunda hipótese pode causar um trauma maior e, justamente tal situação, leva a uma conscientização inerente a vontade própria do ser humano.

Bem, foram algumas semanas de muitas reflexões, de muitas análises, mas, sobretudo de muitos aprendizados desde meu último post… E, nesta onde de aprendizados, aprendi mais uma grande coisa : escutar o coração !

O aprendizado pelo AMOR e pela DOR ganha um novo companheiro: o aprendizado através do CORAÇÃO !

Alguns podem confundir AMOR e CORAÇÃO. Não confundam, apesar de ser complementares…. Enquanto o amor nos leva a um circulo positivo de relacionamentos (onde as pessoas que te envolvem detém influência positiva na critica do seu modelo mental), o coração é algo intrínseco , e, se me permite o pleonasmo : de você para você mesmo. Uma busca auto consciente íntima de erros e acertos .

Nossas ações cada vez mais são pautadas em razão, sobriedade e peso de causas e consequências que o mundo corporativo nos obriga a cada dia . Longe de qualquer pretensão minha subestimar tal feito, até mesmo porque minha escola de vida e de profissão sempre deteve este viés. Entretanto, a cada dia mais aprendo balancear a frieza da matemática com o ar sublime da emoção.

Muito se fala em ativos empresariais… Talvez o clichê da moda corporativa  atual seja :  “as pessoas são o maior ativo da empresa”.

Correto ? sim…. Porém, tão importante quanto isto seja entender cada pessoa como ela verdadeiramente queira ser entendida. E, meus caros, isto a matemática não lhe concede. Isto depende do doce dom de compreender a alma humana sem pré-conceitos individuais enraizados em uma sociedade que dita padrões arcaicos e questionáveis.

Se posso conceder um conselho para esta nova fase, este novo ano ou nova etapa de vida é: ouça seu coração e ouça o coração das pessoas que te envolvem com a convicção plena que a certeza dela é diferente da sua…

E, neste mundo de certezas individuais , o que é certo ou o que é errado? NADA !!!! Existe sim o segredo da plenitude como gestor ou um como um (bom) colega de trabalho : Expurgar conceitos simétricos que levam ao julgamento critico, coletivo e constante e entender onde o que é “ruim”pode se tornar “bom”.

Já escrevi sobre a teoria da psicologia positiva em outra oportunidade, mas agora o que era teoria passa cada vez mais ser realidade !

Que, neste ano, TODOS possamos nos preocupar muito mais com o COMO (fazemos) e muito menos com o QUE (de identificação dos culpados e problemas).

Sucesso (sempre) neste ano que se inicia, e, que, nele, o coração possa ser o alicerce da razão !

J.C.